Armazém3bruxas
×
 x 

Carrinho vazio

CAMINHANDO COM ANTEPASSADOS

Escrito por
Avalie este item
(1 Votar)

A energia ancestral vive nas estrelas acima de nós, nas pedras abaixo de nós. Sua memória se reúne em oceanos, rios e mares. Ecoa sua sabedoria silenciosa dentro de todo ser vivo neste e em outros planos.

Assim como o nascimento é uma ocasião alegre - um rito de passagem para pais e filhos. A morte também é um rito de passagem para os falecidos e seus entes queridos. Ao morrer, somos forçados a compreender a ausência do físico e a aceitação do inatingível.

Você permite que a morte o diminua, ou você a usa como um catalisador para fazer mudanças na forma com que se relaciona ao seu universo e com as pessoas nele?

Um feto passa nove meses em seu casulo, formando e dando à luz. No plano astral, nada é diferente. Nossos espíritos quando liberados do casulo físico, necessitam de tempo para se desligarem da essência de quando foram encarnados.

QUAL A POSTURA CORRETA AOS QUE FICAM NA TERRA?
Honrar e saudar as memórias dos que partiram! Portanto, antes de criticarmos, valorizarmos a intolerância ao ego viciado na torpes do pensamento, sugiro que pratiquemos a tarefa do questionamento:

- Quem eram eles para vocês?
- Que impacto eles tiveram em vossas vidas?
- Que lições eles trouxeram para desafiá-los e ajudá-los a crescer?

TODOS VÊM E VÃO, TODOS NASCEM E MORREM!
A dinâmica da "Geometria Sagrada" sempre se repete e até hoje nunca aprendemos o seu real valor - ao invés de saudar aos mortos, os fundamentamos no poder da PERDA - inconformados e angustiados, lamentamos, sofremos, sentenciamos os erros dos que partiram, indo além, blasfemamos e julgamos o Sagrado por injusto.

Como pode “Aquela” que ofereceu a Vida e ainda mantém sua Criação na oportunidade de redenção, ser injusta? Nos fez perfeitos e como colheita recebe a ingratidão da imperfeição, e ainda é julgada? Abram os olhos para as verdades simples e lógica e deixem de excitar o apego e o desrespeito à Vida!

Este mundo não é a nossa morada, estamos aqui em missão. A eternidade se dá na energia e não na matéria. Todos tem seu tempo de permanência no plano em que se encontra. A Terra não é a única dimensão habitada por nossas energias!

O GIRAR AO CONTRÁRIO...
Quem admite que a vida continue, jamais afirmará que perdeu alguém. Ao reaprender este conceito, favorecemos uma gigante alteração em todo o campo magnético desta esfera - a dor e o desespero deixam de existir, restando apenas a abençoada saudade aonde o Universo irá reconhecer que há amor em nosso coração. Onde há amor, existe leveza, aceitação e compreensão das verdades e o resultado nada mais é que: oferecer aos que vão e aos que ficam a quebra das correntes, ou seja, a liberdade! Libertos, cada um segue o seu trilhar na espiral da evolução. É compensador? Claro que sim, porque ao invés de lamentarmos seremos gratos, ao invés do “Dia dos Mortos” ser triste e pesado, será leve e saudoso, honrado e não lamuriado. E o que isso significa em âmbito coletivo? A evolução da Terra e de tudo o que nela habita.

Se agora sabemos o caminho da Luz, do renascimento, da nossa evolução e quiçá dos que já se foram, porque permanecermos na mesmice?

DESAPEGAR NÃO É DEIXAR DE AMAR...
Ao contrário - é amar mais!

Vamos reavivar a mente meus irmãos, vamos dar valor as verdades sagradas e deixarmos de ressuscitar os mortos, vamos libertar! Todos necessitam seguir, caminhar, voar e plainar nas dimensões que são designados - não somos Deuses, não controlamos ninguém e nem a nada!

Se mesmo assim ainda acham que corretos estão nos velhos conceitos impostos da adoração a perda, a responsabilidade da escolha será própria. A Terra está em torque veloz de purificação e tudo aquilo que não for construtivo se tornará adubo para formar o alvorecer da Era Dourada. Para onde vão as energias apegadas? Para onde as consciências tecerem suas teias.Será bom, feliz? Tudo dependerá do modo em que se olha, simples assim.

Toda vida toca outra.
Toda morte vibra no peito de alguém.
Que aqueles que perdemos estejam em paz.
Que aqueles que perderam encontrem a paz novamente.

Bênçãos Plenas

Simone Gomes Pedrolli

Toda a “Vida” procede da Luz, e a Luz se origina da consciência.
Desejo que as sementes aqui lançadas sejam o semear de um novo jardim colorido e UNO!
Bençãos Plenas

×

TOP